Conheça a Fundação
Comunicados e notas

Direção faz balanço positivo da atuação da Fundação em 2011 e 2012

Osvaldo Bertolino Publicado em 12.05.2012

A direção da Fundação Maurício Grabois (Diretoria Executiva, Conselho Fiscal e Conselho Curador) reuniu-se na tarde de quinta-feira (10) para analisar a prestação de contas do exercício de 2011, o relatório de atividades de 2011 e o Plano de Atividades para 2012.

Segundo as avaliações, a entidade atingiu um notável patamar de inserção em sua área de atuação. As realizações da Fundação, desde que ela foi constituída em 2008, revelam um histórico positivo na comparação com os recursos disponíveis.

Do Plano de Atividades para 2012, a direção realçou os êxitos já obtidos com as atividades alusivas aos 90 anos do Partido Comunista do Brasil. Foram destacados a realização da exposição iconográfica na Câmara dos Deputados entre 15 e 31 de março; a participação no ato-show comemorativo realizado no Centro de Convenções Espaço Viva Rio, na cidade do Rio de Janeiro, em 24 de março; a participação na homenagem aos 90 anos do Partido Comunista do Brasil no Senado Federal em 27 de março; e a realização do seminário “PCdoB, 90 anos: história, legado, lições e alternativa socialista”, nos dias 20 e 21 de abril, em São Paulo.

Outro ponto apresentado foi a previsão de publicações para 2012. Segundo o Plano, já foram lançados a segunda edição do livro “Contribuição à história do Partido Comunista do Brasil”, coordenado pelo jornalista José Carlos Ruy e pelo historiador Augusto Buonicore; a segunda edição do livro “Guerrilha do Araguaia — a esquerda em armas”, do pesquisador e professor Romualdo Pessoa Campos Filho; o livro “China hoje — projeto nacional, desenvolvimento e socialismo de mercado”, do pesquisador Elias Jabbour; e a terceira edição do livro “Formação do PCB”, obra histórica de um dos principais pioneiros comunistas brasileiros, Astrojildo Pereira.

Estão previstos, para 2012, os lançamentos dos livros “Memória iconográfica do Partido Comunista do Brasil”; “O surgimento da seção brasileira da Internacional Comunista, de Dario Canale; “História da bancada comunista de 1946, de José Carlos Ruy; “História dos quadros do Partido Comunista do Brasil com mais de 30 anos de militância”, de Luis Manfredini; a segunda edição de “Idéias e Rumos”, de Renato Rabelo; a segunda edição ampliada da biografia de Maurício Grabois, de Osvaldo Bertolino; a segunda edição revisada e ampliada da biografia de Elza Monnerat, de Verônica Bercht; a segunda edição revisada da biografia de Carlos Danielli, de Osvaldo Bertolino; a reimpressão da biografia de Osvaldo Orlando da Costa, o Osvaldão, de Bernardo Joffily; e a tradução do poema de Vladimir Maiakosvisky em homenagem a Vladimir Ilitch Lênin, traduzido do russo por Zoia Prestes.

Devem ser lançados, também, a publicação do “Seminário de mudanças climáticas”, coordenado por Aldo Arantes; a terceira edição do livro “A contradição em processo — o capitalismo e suas crises”, de Frederico Mazzucchelli; o livro “Filosofia do direito”, de Edvar Bonotto; e o segundo livro do seminário do PCdoB “Governar para um novo projeto nacional de desenvolvimento”, realizado em 17 e 18 de junho de 2011 em Brasília. Estão previsto, ainda, lançamentos de publicações específicas sobre outras atividades atinentes ao escopo de atuação da Fundação.

A reunião avaliou também as atividades de formação política, que abrangem uma série de iniciativas nacionais e regionais. O destaque foi o lançamento do “Curso do programa Socialista (CPS)”. Outro ponto de debate foi o “Portal Grabois”. Segundo a direção da Fundação, esse espaço de divulgação das idéias marxistas e progressistas deve ser consolidado e melhor divulgado. A direção debateu ainda o “Centro de Documentação e Memória (CDM)”, que atingiu uma dinâmica importante nas atividades da Fundação. Os ponto finais do Plano foram o projeto de participação em atividades culturais; a realização de cursos, debates e encontros; a consolidação das representações estaduais; e a realização de pesquisas sobre a história do Partido Comunista do Brasil e a iconografia para as publicações.