Grabois - MA
Notícias

Nestes 100 dias, demos passos centrais para mudar o Maranhão

Joanne Mota Publicado em 10.04.2015

Compromisso com o povo e com a mudança, empenho no trabalho, coragem para vencer os desafios e problemas herdados das gestões anteriores, e, muito diálogo, essa tem sido a tônica aplicada pelo governador Flávio Dino (PCdoB/MA) desde que assumiu o posto em janeiro.

Nesta sexta-feira (10), o novo governo, o “Governo de Todos Nós”, completa 100 dias e já apresenta ganhos reais para a população daquele estado.

Em vídeo, o governo apresenta a realidade complexa deixada pelas gestões anteriores e mostra que a vontade de mudar, de transformar aquele estado, tão bonito por natureza, em um lugar mais humano para a sua população, com a cor e o sabor da cultura genuinamente maranhense, é muito maior.

Quatro eixos foram prioritários nesses primeiros 100 dias para não perder de vista os rumos construídos ao lado da população durante a campanha em 2014.

A primeira frente prioritária foi investir pesado em políticas sociais. Para Segurança, foram convocados mais mil trabalhadores concursados; para Educação, mais mil profissionais contratados e um reajuste salarial de 13%, além disso, o governo implantou o programa “Escola Digna”, para acabar com as, inacreditáveis, escolas de taipa que ainda existem no Maranhão; foi criado o Mais IDH, com vistas a acabar de vez com os índices retrógrados do estado e criaram, ainda, o projeto Mais Bolsa Família.

A segunda frente prioritária está na infraestrutura, o governo criou o programa Mais Asfalto já em plena ação em várias cidades. Além disso, o governo já sinalizou a retomada de projetos que estavam parados há anos.

A terceira frente prioritária está na ampliação do incentivo à produção, com ações como a criação da Secretaria de Agricultura Familiar, o lançamento do Programa Mais Sementes, e a redução de impostos e taxas para fomentar o turismo e outros setores da economia local.

Por fim, a quarta frente prioritária é construir o governo da transparência e honestidade. Para tanto, o governador Flávio Dino criou a Secretaria da Transparência, com acesso via internet para qualquer cidadão ou cidadã do país; dobrou o número de auditores fiscais, suspendeu contratos com suspeita de corrupção.

É importante lembrar que Flávio Dino assume o governo do Maranhão com uma dívida de R$ 1 bilhão e apenas R$ 24 milhões em caixa.

 


Vídeo
Nestes 100 dias, demos passos centrais para mudar o Maranhão