Grabois - MA
Notícias

Fundação Grabois Maranhão debate “Cultura e Brasil”

Redação FMG-MA Publicado em 27.01.2017

A Fundação Maurício Grabois Maranhão promoveu, na noite da última quinta-feira (26), o debate “Cultura e Brasil: desafios atuais”. O evento, coordenado pelo presidente da Fundação Grabois Maranhão, Fábio Palácio, foi realizado no auditório Padre Antônio Vieira do Centro Cultural Convento das Mercês, no Centro Histórico da capital maranhense, e contou com as presenças de Javier Alfaya, diretor nacional de Cultura da mesma Fundação, e de Paulo Melo Sousa, diretor do Convento das Mercês.

Alfaya, Palácios e Sousa

Na plateia, cerca de 70 pessoas entre artistas de várias linguagens, escritores, jornalistas, produtores e agitadores culturais, além de gestores públicos e inúmeras lideranças – várias delas representando instituições do Estado e da sociedade civil (secretarias municipal e estadual de Cultura, Centro Odylo Costa Filho, Casa do Maranhão, Centro Domingos Vieira Filho, demais museus, Laborarte, Casa de Nhozinho e outras) – participaram de um debate teórico e político que ajudou a disseminar a opinião dos comunistas junto a setores importantes da intelectualidade artística maranhense.

Javier Alfaya defendeu um olhar crítico sobre a cultura no Brasil e a implementação de políticas eficientes e integradas na área para a que a cultura seja fator de desenvolvimento e fonte libertadora. “Hoje, infelizmente, a cultura é uma moeda de troca, de submissão da classe artística”, enfatizou Alfaya. Para o dirigente da Fundação Grabois, a cultura deve ser o centro das discussões. Ele defendeu “um amplo debate, plural e democrático, para a formulação e implementação de planos de cultura, como vertente essencial e estratégica ao desenvolvimento nacional”.    

O presidente da Fundação Maurício Grabois no Maranhão, Fábio Palácio, ratificou que a Fundação vem realizando em todo o Brasil seminários e debates sobre tema, englobando diversos aspectos da temática. “A intenção é formular políticas que contribuam para a democratização da cultura, seja na vertente da produção seja pelo lado do consumo”.

O diretor do Convento das Mercês, Paulo Melo Sousa, ao agradecer a parceria com a Fundação Maurício Grabois para a realização do debate “Cultura e Brasil: Desafios Atuais” e a disponibilidade do arquiteto Javier Alfaya em realizar sua palestra no Convento das Mercês fez um breve relato das atividades e ações do Governo Flávio Dino que são realizadas no local para a sua integração à comunidade do Desterro e áreas afins. “Estamos promovendo uma série de eventos para propiciar à comunidade oportunidade de capacitação profissional, elevação de sua autoestima e bem-estar, além de eventos de lazer e integração, esportivo e cultural, sempre atentos às suas demandas. A comunidade dispõe de um espaço gratuito para a realização de eventos, reuniões e encontros”, ressaltou.