Artigos

Redução da conta de luz é bom para o povo e o país

Wagner Gomes Publicado em 13.09.2012

Tive a oportunidade de acompanhar em Brasília, na última terça-feira, 11, o anúncio da redução do preço da energia para empresas e residências, feito pela presidente Dilma Rousseff. O governo estima para 2013 uma diminuição média de 20,2% nas tarifas, sendo de 16,2% para os consumidores de baixa tensão, que compreende comércio e residências, e de 19,7% a 28% para alta tensão (indústrias).

 

É mais um gesto que demonstra compromisso com o crescimento econômico e que merece e tem amplo apoio do movimento sindical brasileiro. Na opinião da CTB, trata-se de uma iniciativa no rumo certo para fazer frente aos efeitos da crise econômica mundial, que se soma à redução da taxa de juros e outras medidas para reativar a produção e defender o emprego.

A redução do preço da energia ajuda a melhorar a vida do povo e estimula duplamente a economia, liberando mais dinheiro para o consumo e diminuindo os custos de produção da indústria, que ganha mais fôlego e espaço para ampliar os investimentos.

Na atual conjuntura, a manutenção do emprego e a valorização dos salários são objetivos prioritários da classe trabalhadora brasileira, essenciais no combate aos efeitos da crise mundial do capitalismo (agravada na Europa precisamente pelos pacotes antissociais do FMI) e na luta por um novo projeto nacional de desenvolvimento fundado na valorização do trabalho, na democracia e na soberania.

 

Fonte: CTB