Especiais - PAULO FONTELES FILHO, homenagem a 45 anos de luta

Vanessa Grazziotin sobre Paulinho Fonteles: País perde abnegado lutador

Redação Publicado em 25.10.2017

A senadora Vanessa Grazziotin apresentou nesta quinta-feira (26) no Senado Federal voto de pesar pelo falecimento de Paulo Fonteles Filho, dirigente comunista e defensor dos direitos humanos que sofreu infarto fulminante neste dia.

“O país perde uma grande figura humana e um abnegado, dedicado à luta do povo, que constantemente colocava sua vida em risco na defesa dos direitos humanos num estado dominado pelo latifúndio”, escreveu Vanessa.

A parlamentar requereu que o voto de pesar seja incluído na ata da Casa e encaminhado à esposa de Paulinho, Angelina Anjos, assim como também à direção do Instituto Paulo Fonteles, entidade que tem o dirigente como um dos fundadores.

Na justificativa do requerimento, Vanessa cita trechos de carta enviada por Paulinho ao general Mourão, que em recente palestra se referiu, veladamente, à intervenção militar.

Na carta ao general, Paulinho lembra os horrores do nascimento dele nos porões da ditadura, quando a mãe foi submetida a cirurgia sem anestesia, e ele próprio sequestrado “porque não havia algemas para os meus pulsos de recém-nascido”.

Vanessa também lembrou a trajetória de luta de Paulinho como blogueiro, escritor, poeta, ativista dos direitos humanos e militante do PCdoB.

“Por tudo que representou em vida, tanto para seus familiares e entes queridos, quanto para seus incontáveis amigos, leitores, camaradas de partido e admiradores de sua luta, consideramos a sua partida uma grande perda”, ressaltou a senadora.