Especiais

Quinze anos sem João Amazonas


João Amazonas faleceu em 27 de maio de 2002. Para lembrar sua memória, nada melhor do que persistir na divulgação de suas ideias, especialmente nesses tempos de obscurantismo golpista, de retrocesso no ciclo progressista que ele ajudou a construir. Amazonas não chegou a ver a vitória de Lula em 2002, embora tenha sido um dos maiores entusiastas partidários da candidatura do líder operário e sindical à Presidência da República desde 1989 com a Frente Brasil Popular. Mas deixou a marca de suas ideias e da sabedoria política acumulada em mais de seis décadas de militância comunista – ideias impressas na bandeira do PCdoB, na luta por democracia, pela soberania nacional e pelo progresso social.


Arquivos