Prosa@Poesia

Cerimonia Secreta

Paulo Tavares Publicado em 13.01.2015

Cerimonia Secreta

 

Decidiram transformar

o mamoeiro macho em fêmea

 

prepararam cuidadosamente

a terra à volta

exorcisaram o vento 

 

e com água sagrada da chuva 

retiraram-lhe a máscara 

 

pintaram - no em círculos

com tacula

barro branco

sangue...

 

Entoaram cantos breves

enquanto um grande falo

fertilizava o espaço aberto

a sete palmos da raiz.

 

 

Paulo Tavares - Amargos Como os Frutos (poesia reunida)