Prosa@Poesia

Momento

Yêda Schmaltz Publicado em 02.06.2014

Momento

 

Como poder
ficar entre tuas pernas
e sair incólume?

 

Melhores dias virão,
brancos, macios de paz
como as flores de algodão.

 

Mas como roçar o rosto
na tua barba
e esquecer o gosto?

 

Os dias  foram, de agosto,
os dias serão de outubro:
novembro beija o meu rosto.

 

Mas  como te ver ao sol
e não penetrar-te
o escuro?

 

 

Yêda Schmaltz – A forma do coração