Prosa@Poesia

Quatro mulheres

ANGÉLICA FREITAS Publicado em 07.10.2011

QUATRO MULHERES


mulher de vermelho


o que será que ela quer
essa mulher de
vermelho
alguma coisa ela quer
pra ter posto esse vestido
não pode
ser apenas
uma escolha casual
podia ser um amarelo
verde ou talvez
azul
mas ela escolheu vermelho
ela sabe o que ela quer
e ela
escolheu vestido
e ela é uma mulher
então com base nesses fatos
eu
já posso afirmar
que conheço o seu desejo
caro watson, elementar:
o
que ela quer sou euzinho
sou euzinho o que ela quer
só pode ser euzinho

o que mais podia ser


mulher de rollers

no condomínio querem
saber
se ela pirou de vez ou
se vai competir
nalguma espécie de
jogos olímpicos
porque deu para andar de rollers
na área comum do prédio

prejudicando a saída
e a entrada de veículos
ainda por cima anda mal

nem ganhou velocidade
pirueta é coisa então
para a próxima
encarnação
consternação entre condôminos
com seu senso do ridículo

"que essa daí vai acabar
como na música do chico"
"vai passar nesta
avenida
o samba popular?"
"não, atrapalhando o trânsito"


mulher de posses

em comum com o mestre zen
que partiu a
sua xícara
porque a ela se apegava
esta mulher não tem nada
por
outro lado, tem
aparelho completo de chá
e faqueiro vindo de solingen

nunca ofereceu
um chá que fosse
e banquetes, quando houve

usaram tramontina
mas nada pretende vender
e se é uma arte perder

desolée, não a domina


mulher de regime

eu me sinto tão mal
eu vou lhe dizer eu
me sinto tão mal
engordei vinte quilos depois que voltei do hospital

quebrei o pé
eu vou lhe contar eu quebrei o pé
e não pude mais
correr eu corria 10 km/dia
aí um dia minha mãe falou: regina
regina você precisa fazer um regime você está enorme
você fica aí na cama comendo
biscoito
e usando essa roupa horrível que parece um saco de batatas
um
saco de batatas com um furo pra cabeça
também não precisava óbvio que fiquei
magoada
primeiro fiquei muito magoada depois pensei: ela tem razão
daí
eu comecei regime porque me sentia mal
eu me sinto mal eu me sinto tão mal

troquei os biscoitos por brócoli queijo cottage e aipo
coragem eu não
tenho de fazer uma lipo
eu me sinto tão mal por tudo que comi esse tempo
todo
tão mal e tem tanta gente passando fome no mundo



ANGÉLICA FREITAS

Fonte: Folha de S.Paulo dia 02/10