Prosa@Poesia

Só por hoje...

Elias Jabbour Publicado em 20.10.2008

*

(Para aqueles que descobriram que a vida pode deixar de ser a arte de complicar a própria vida e para aqueles que ainda sofrem nas masmorras da dependência, nas proximidades da esquina. Da morte. E. M. K. J.).

Passa o dia a fazer suas coisas. Toca a vida adiante. Todo dia o sol aparece. Ora solitário. Ora entre nuvens. Ora escondido. Mas aparece. Sinal de mais um dia. Mais um dia. Ou mais uma chance. Só por hoje escolheu a vida e o sol...

O trem passa. O ferro passa. Os carros passam pela movimentada rua. Uns voltam no sentido contrário. Outros não. Vida de escolhas. Boas ou ruins. Renúncia e gozo de vitória. Só por hoje escolheu um único sentido para sua vida...

Doença progredia. Como a cera da vela. Apagou-se num determinado momento. Pode ser reacendida. Vai queimar de onde parou. Não tem jeito. Para ele. Prisão. Instituição. Morte. Só por hoje decidiu deixar a vela apagadinha...

Brilho no olhar. Como uma rosa. Pode desaparecer. Pode murchar. Morte por dentro. Ou vida no conjunto. Brilho ou desabrochamento ao contrário. Maniqueísmo de vida. Não. Só por hoje quer viver brilhando. Brilhando...

Egoísmo. Isolamento. Amigos. Apoio. Pode ser consumido. Pequenos detalhes. Caminho do desaparecimento. Pega o telefone. Conversa com alguém. Com a mulher. Coletivo. Só por hoje quer viver rodeado de gente e de vida...

Chega um horário. Determinado. Mãos tremem. Coração dispara. Inquietude. Língua e boca estremecem. Como uma sintonia. Corpo pedindo. Mente decidida. Decidida. Pela vida. Pelo hoje. E o futuro. Só por hoje escolheu a vida...

Chove chuva. Cadê o Rio 40 graus? Procura. Encontra. Dentro de si. Um calor. Um pedido. Mais cinco minutos. Mais uma hora. Mais duas. Três. Quatro. Viu o sol. Dentro de si. Só por hoje o sol brilha no coração dele...

Só por hoje está vivo...
Só por hoje está amando...
Só por hoje tem saída...
Só por hoje...

A saída...
A entrada...
O meio.
Tudo.
É só por hoje...

Escolheu ser quem é,
Enfim,
Soube.
Que um dia.
Só tem apenas.
24 horas.

Viva a humanidade...
Viva a vida...
Nem que seja,
Por apenas mais 24 horas.
Só por hoje!!!