Prosa@Poesia

Meninas (um papo entre RHs)

Elder Vieira Publicado em 16.07.2008

*

Ela: São 14.
        14 mulheres.
        Juntas.
        Pense nisso:
        14 fragrâncias
        e um falatório que não acaba nunca!

 Ele: E o roçar das meias?
       As nucas...

Ela: Fofocas, intrigas,
       cortes de cabelo que sempre mudam.

Ele: A euforia em ciclos
       (As mil faces da lua):
       as farpas ferinas das TPMs
       e as tabelas confusas.

Ela: Hormônios, hormônios.
       Meninices.
       Segredos e causas difusas.
       Hello kitties.
       Roupas, muitas roupas
       - e a consciência intrusa.

Ele: E as olhadas nos espelhinhos?

Ela: Ah, o dia todo tem espelhinho
       a reclamar de supostas gorduras,
       Rugas imaginárias,
       Papadas, dermatites, ranhuras.
       - tudo a um só tempo
       em múltiplas estações de trabalho
       minúsculas.

Ele: E, em meio à debandada,
       um chefe, adâmico,
       a cevar seu desespero
       por sob uma bovina cordura.