Artigos

Nota: PCdoB pede empenho pela vitória de Manuela e para derrotar a extrema direita

PCdoB Publicado em 18.11.2020

O PCdoB conclama o empenho das forças progressistas e democráticas para que se concretizem amplas alianças que não foram possíveis no primeiro turno. Em nota, faz uma análise preliminar do resultado do primeiro turno das eleições municipais realizadas no domingo (15). Os comunistas ressaltam “a derrota de candidaturas apoiadas por Jair Bolsonaro” e a “revalorização da política” e de partidos alicerçados pela democracia. A nota do PCdoB afirma que os resultados apontam “que se fortalecem legendas do campo da direta e centro direita neoliberal”.

Para o PCdoB “o campo da esquerda e centro-esquerda começou a recuperar representatividade e força, em especial nas capitais e grandes cidades”. O partido ressalta o grande feito do povo gaúcho ao levar Manuela D’Ávila para a disputa do segundo turno em Porto Alegre, e “enaltece os excelentes resultados” da legenda comunista no Maranhão, reflexo da liderança do governador Flávio Dino, bem como o grande êxito do trabalho realizado pelo PCdoB na Bahia.

 Na disputa da segunda volta da eleição municipal, o PCdoB conclama que sejam feitos todos os esforços para ampliar a mobilização pela vitória de Manuela d’Ávila em Porto Alegre e das demais candidaturas democráticas e progressistas.

Confira a nota a seguir:

Ampla mobilização pela vitória de Manuela d’Ávila e demais candidaturas progressistas

O resultado do primeiro turno das eleições municipais, a primeira que se realiza após a vitória da extrema-direita em 2018, indica, destacadamente, a derrota de candidaturas apoiadas por Jair Bolsonaro e a revalorização da política e dos partidos como alicerces da democracia.

Um primeiro olhar mostra que se fortaleceram legendas do campo da direita e da centro-direita neoliberal, dentre as quais, partidos que se conflitam ou se opõem a Bolsonaro. Assinala também que o campo da esquerda e centro-esquerda começou a recuperar representatividade e força, em especial nas capitais e grandes cidades.

O PCdoB está analisando seus números, mas desde já sublinhamos como um grande feito do povo gaúcho a ida de nossa candidata Manuela d’Ávila para o segundo turno em Porto Alegre. Enaltecemos os excelentes resultados alcançados por nossa legenda no Maranhão, espelho da liderança de nosso governador Flávio Dino, e também na Bahia onde se confirmou nosso forte trabalho.

Externamos nosso aplauso ao conjunto de nossas candidaturas e ao coletivo militante, amigos/as e apoiadores/as pela combativa e frutífera campanha realizada. Parabenizamos os/as 692 vereadores/as eleitos em centenas de munícipios e os 46 prefeitos também vitoriosos. Enfrentamos com ousadia a antidemocrática proibição de coligações proporcionais.

O segundo turno a ser travado em grandes e importantes capitais e cidades definirá melhor o perfil do resultado.

O PCdoB redobrará seus esforços pela vitória dos aliados com os quais já estava coligado e, com base em compromissos programáticos, apoiará candidaturas que contribuam para a derrota da extrema-direita e fortaleçam o campo democrático e de esquerda. Nesse sentido, nossa legenda na cidade de São Paulo decidiu apoiar a candidatura de Guilherme Boulos.

É necessário empenho das forças progressistas e democráticas para que se concretizem amplas alianças que não foram possíveis no primeiro turno.

O PCdoB, com toda ênfase, conclama às forças democráticas e populares, personalidades e lideranças progressistas, do Rio Grande do Sul e também de todo o país, para agora, neste segundo turno, todos e todas abraçamos a candidatura de Manuela d’Ávila à prefeitura de Porto Alegre. Assegurar a vitória de Manuela, nesta importante capital do sul do país, representará, em primeiro lugar, a certeza de grandes conquistas ao povo da cidade. Manuela, uma vez eleita prefeita, também promoverá o reencontro da capital gaúcha com as suas melhores tradições, entre elas a de ser uma cidade baluarte da democracia.

Brasília 17 de novembro de 2020

Comissão Executiva Nacional do Partido Comunista do Brasil (PCdoB)
Do Portal PCdoB