Vídeos

A semana na TV Grabois: 26 a 30 de julho

Cezar Xavier Publicado em 02.08.2021

Teve conteúdo sobre Cuba, Piketty, guerra às drogas, hegemonia em Raymond Williams, fascismo e nova direita, Olimpíadas, estátuas e filmes queimados.

A grade de programação da TV Grabois fez uma discussão de fundo sobre os temas que marcaram a semana de 26 a 30 de julho. Debates conceituais sobre o socialismo chinês, a guerra às drogas, e a hegemonia cultural foram feitos, assim como o embargo econômico a Cuba está no centro do debate internacional atual.

Youtubers como Manuela D’Ávila, Olívia Santana, Ana Prestes, Dani Balbi, Fábio Palácio e Elias Jabbour garantem a grade de programas explicando e contextualizando temas relevantes da atualidade conturbada que vive o mundo, com seu ponto de vista marxista-leninista.

Na segunda-feira (26), estreou o vídeo novo do “Meia Noite em Pequim”, do professor da Faculdade de Ciências Econômicas da UERJ, Elias Jabbour, que atende um pedido da audiência ao responder ao artigo de Thomas Piketty sobre a China.

A socióloga Ana Prestes volta a falar de um tema da geopolítica caribenha, o embargo dos EUA a Cuba. O modo como este tipo de crise política se conecta com outras pelo mundo faz valer muito a pena assistir o programa Mira Mundo. Ela procura responder a perguntas sobre como os embargos econômicos afetam a economia cubana e qual o impacto da eleição de Biden para as relações entre Cuba e Estados Unidos.

Desta vez, dividindo o programa com Olívia Santana, Dani Balbi discutiu a questão do racismo e da violência contra a população negra no programa Cabeça Feita. Ela questiona a eficácia da guerra às drogas, já que o tráfico e o consumo de drogas só fazem crescer. Dani discute essa “contradição” e o genocídio da população negra e pobre, promovido por essa política violenta de Estado.

O professor de comunicação maranhense Fábio Palácio volta com Cultura em Movimento para dar continuidade ao curso rápido sobre hegemonia com seu quarto vídeo.

Depois de apresentar o tema na visão pioneira de Lênin, e depois mostrar como Gramsci aprofundou a perspectiva leninista, Palácio traz a contribuição do sociólogo Raymond Williams para renovar a abordagem marxista sobre a cultura.


Palácio também participou do debate sobre fascismo e a nova direita na disputa pelo poder. O debate foi feito com mediação de Luciana Montemezzo, e palestras com os historiadores Odilon Caldeira Neto e Diorge Konrad.


A semana da TV Grabois termina com os balanços feitos por Manuela D´Ávila sobre o noticiário dos últimos dias comentados no programa Contragolpe, que nesta semana foi ao vivo.

No vídeo desta sexta-feira ela discutiu a falta de políticas públicas que se refletem nas Olimpíadas de Tóquio. Como candidata a várias eleições, Manuela fala com propriedade sobre a legitimidade das eleições e das urnas eletrônicas, questionados por Bolsonaro. A prisão pela queima da estátua do Borba Gato, em São Paulo, e o incêndio à Cinemateca também foram discutidos, assim como outros temas.